A transformação da luz do sol em eletricidade é possível com a instalação de um sistema de energia solar fotovoltaica, composto por painéis (ou placas) que captam a insolação, transformando-a em impulsos elétricos. A energia gerada pode ser armazenada em um banco de baterias ou integrada à rede elétrica da concessionária local.

Entre as vantagens dessa solução, a sustentabilidade merece destaque. Afinal, a energia gerada a partir do sol é renovável, não emite gases poluentes e nem produz resíduos. Além disso, quem aposta nessa tecnologia reduz significativamente as tarifas pagas à concessionária de energia elétrica.

Quer entender melhor como funciona a energia fotovoltaica e quais os seus benefícios? Então, acompanhe o nosso post!

Saiba o que é a energia solar fotovoltaica

A conversão da luz solar em eletricidade é chamada de geração fotovoltaica. Para que a tecnologia seja possível, é necessário instalar painéis que captam a insolação, transformando-a em eletricidade, por meio de um processo conhecido como efeito fotovoltaico.

Para entender melhor, é preciso compreender a estrutura dos painéis. Eles são placas coletoras, instaladas no local com maior potencial de insolação da edificação. Em seu interior, existem moléculas de silício.

Assim, as placas absorvem a luminosidade e a transferem para as moléculas de silício. Os elétrons começam a se agitar, gerando uma corrente elétrica, que é o efeito fotovoltaico. O conjunto de painéis ou módulos integrados é chamado de gerador fotovoltaico. 

Esse gerador é interligado a alguns equipamentos periféricos, como inversor, controlador de carga e baterias. Tudo isso compõe o sistema fotovoltaico.

Embora muitas pessoas imaginem que tal sistema só é vantajoso em locais com grande potencial de insolação, isso não passa de um mito. Na verdade, basta a luminosidade para que os painéis coletores possam gerar eletricidade.

Atualmente, esse tipo de instalação está presente nos mais diversos imóveis, desde os situados em áreas agrícolas, com maior extensão e espaço para implantação, até as empresas e residências. Em média, com a redução das tarifas de energia elétrica, o retorno do investimento (payback) ocorre em cerca de 40 meses.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o potencial de crescimento desse mercado é elevado, ainda mais em função de alguns estímulos, como linhas de financiamento próprias para energia solar ou redução de tributos. Em 2019, o crescimento estimado foi de 44%.

Entenda a diferença entre sistemas on-grid e off-grid

Quando o sistema de geração solar fotovoltaica produz mais energia do que a consumida no imóvel, existem duas formas de utilizar esse excedente, chamadas de on-grid e off-grid.

Off-grid

A energia extra pode ser armazenada em um banco de baterias, sendo utilizada em momentos de baixa insolação, como durante o período noturno. Esse sistema é conhecido como off-grid, ou seja, independente da rede. Normalmente é utilizado em lugares mais afastados, como fazendas, locais de difícil acesso, ilhas, entre outros.

On-grid

Já no caso do sistema on-grid, o imóvel está integrado à rede de distribuição de eletricidade da concessionária local. Quando ocorre geração excedente, o consumidor pode fornecer a energia extra para a rede. Nos momentos de baixa insolação ou durante a noite, o consumo vem da fornecedora de energia elétrica.

Quando esse consumo é menor que a quantidade gerada, o gerador recebe créditos, que são abatidos de contas futuras. Vale destacar que tais créditos podem ser descontados da conta do imóvel onde a energia foi gerada ou de outras propriedades, desde que registradas em nome do mesmo consumidor e localizadas na área de abrangência da concessionária.

Outro detalhe importante é que, mesmo que ocorra geração excedente, o consumidor sempre precisará arcar com a tarifa de energia, cobrada em função do uso da rede. Essa cobrança é autorizada pela Resolução 414/2010 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Conheça as vantagens da energia solar fotovoltaica

Além da drástica redução de despesas com eletricidade (que, em alguns casos, pode chegar a até 95% de economia) e da sustentabilidade, o investimento em energia solar fotovoltaica oferece vários outros benefícios. Confira!

Baixo custo de manutenção

A principal manutenção de um sistema de geração fotovoltaica é a limpeza dos painéis coletores, especialmente em períodos com baixa incidência de chuvas. Importante destacar que os módulos e demais equipamentos que compõem o sistema são resistentes às mudanças climáticas e intempéries, apresentando vida útil estimada em cerca de 25 anos.

Energia limpa

Diferentemente de geradores a diesel ou fontes derivadas da queima de hidrocarbonetos, por exemplo, a energia fotovoltaica não gera nenhum tipo de emissão poluente. Além disso, o sol é uma fonte renovável e a geração não produz ruídos.

Maior independência da concessionária

Com a geração própria de energia, seu imóvel, residencial ou comercial, fica protegido de eventuais oscilações de preços e bandeiras tarifárias. Embora, nos sistemas on-grid, seja necessário arcar com a taxa de uso da rede, o valor pago é significativamente menor, o que também garante maior sustentabilidade financeira.

Além disso, em situações de queda de energia, seu empreendimento não é comprometido. Esse benefício é especialmente relevante para indústrias e outros negócios cuja produção depende de energia elétrica.

Incentivos para a instalação

Por ser uma fonte de energia limpa e renovável, já existem diversas linhas de crédito voltadas à implantação do sistema. Além disso, em várias cidades brasileiras, o consumidor pode se beneficiar de incentivos, como a redução (ou até isenção) do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Facilidade de instalação

A instalação dos painéis solares é bastante simples, bastando existir uma área disponível, com boa insolação. Essa área pode ser no próprio telhado ou na cobertura da edificação. Na grande maioria dos casos, os módulos e inversores são fixados em estruturas preexistentes.

Marketing verde

Para consumidores corporativos, o uso de energia renovável não representa apenas economia. Afinal, a empresa passa a ser vista como ambiental e socialmente responsável, conquistando o respeito de seus clientes e colaboradores.

Aposte na geração fotovoltaica

Como você percebeu, existem muitas vantagens em investir na geração própria de energia. Economia, melhoria da imagem corporativa e sustentabilidade são os principais benefícios.

Outro ponto importante para quem instala um sistema de geração de energia solar fotovoltaica é a possibilidade de compartilhamento dos créditos obtidos com a concessionária. Por exemplo, se o consumidor é uma empresa com mais de uma filial, ou se possui mais de um imóvel na área de uma mesma concessionária, o benefício pode ser estendido a qualquer unidade.

Gostou de saber mais sobre energia solar fotovoltaica? Então, siga as nossas redes sociais e fique por dentro de todas as inovações desse mercado promissor!

[rock-convert-cta id=”6871″]